Como Colocar Papel de Parede – Dicas de Aplicação!

01/08/16

Como vocês sabem eu adoro falar de decoração de interiores aqui no blog, seja sobre apartamentos pequenos, banheiros ou sala de estar, e uma dica que sempre menciono é como o papel de parede pode transformar o seu espaço.  Porém, depois de escolher o modelo e a estampa perfeita o questionamento mais comum é: “Como colocar papel de parede?”

Neste post você encontra tudo que você precisa saber sobre papel de parede, os tipos e estilos existentes, como preparar a parede para aplicação, como fazer a aplicação adequada, as ferramentas necessárias para o processo, truques e dicas para colocar papel de parede e também várias imagens e inspirações para ambientes da sua casa.

como colocar papel de parede

Como colocar papel de parede 

Sobre papel de parede

Antes de falarmos sobre o passo a passo da aplicação do papel de parede, precisamos nos preocupar com alguns detalhes importantes.

Conheça os tipos de papel de parede

As diferenças entre os papéis vão além do padrões, cores e desenhos, elas estão também nos materiais. Existem três tipos principais de papéis de parede:

  • Tradicional: feito de celulose (papel), é indicado para lugares secos e pode ser frágil. Possui diversos padrões de decoração, a limpeza é feita através de pano úmido e a cola é aplicada sobre o papel. Para removê-lo, deve-se umidificar o papel primeiro.
  • TNT (Tecido-não-tecido):é como chamam os papéis de parede que imitam tecido, mesmo não sendo. É feito de fibras de poliéster e celulosa, sua limpeza deve ser feita com detergente e a cola é aplicada sobre a parede. É removido à seco.
  • Vinílico: constituído de material vinílico (PVC), esse papel possui maior resistência, além de ser impermeável. Pode ser brilhante, matificado, metálico ou com relevo, oferecendo infinitas opções de decoração. Por ser bem resistente à luz e à umidade e possuir grande durabilidade, é o mais indicado para ambientes úmidos e locais de intensa circulação. A limpeza é feita com detergente, a cola é aplicada sobre o papel e sua remoção acontece à seco ou por abrasão.

Existem também diferenças na aplicação do papel de parede, pois alguns são aplicados com cola e já outros vem com adesivo e são autocolantes.

Defina um formato de aplicação 

Depois de escolher o tipo de papel de parede, você precisa também definir como será a aplicação. Existem cinco tipos principais de formatos nos quais você pode usar o papel de parede, e cada um possui um efeito diferente na decoração final do espaço, portanto leve isso em consideração.

  • Todas as paredes: você pode optar por aplicar o papel em todas as paredes do seu espaço, mas não se esqueça que nesse caso estampas e cores mais vibrantes ou escuras podem causar desconforto visual, deixando seu ambiente enjoativo ou pesado. Uma boa opção é aplicar papéis diferentes que se complementem, como três papéis brancos e um com padrão colorida. Leve em conta também que o investimento é maior optando por revestir todas as paredes com papel de parede.
  • Uma parede:provavelmente a opção mais comum, quando usamos o papel de parede em apenas uma das paredes, isso nos dá mais liberdade para escolher estampas coloridas, brilhantes ou cores escuras sem afetar o espaço. Na hora de escolher a parede, opte por um ponto destaque do ambiente.
  • Meia parede:uma ótima opção para quem quer usar o papel de parede sem gastar muito ou para quem já tem o espaço muito carregado com cores e móveis. Você pode aplicar o papel em meia parede para ajudar a compor o ambiente.
  • Faixa:também uma opção para quem quer gastar menos ou possui ambientes já muito carregados, aplicar apenas uma faixa de papel de parede é como dar um toque a mais para a decoração.
  • Teto:é uma forma menos tradicional e mais criativa de se aplicar papel de parede, mas é possível. Na hora de escolher o papel, tenha em mente que tetos escuros fazem com que os espaços pareçam mais baixos.

Determine a quantidade a ser usada

Para garantir que não vai faltar material no meio da aplicação e nem que você vai desperdiçar grandes quantidades de papel, é importante ter a medida exata da área de parede na qual o papel será aplicado. Calcule com antecedência, até mesmo antes de pesquisar suas opções, para que você saiba exatamente quanto vai gastar.

Alguns fabricantes vendem papel de parede por metro linear, enquanto outros vendem por rolo. Esses rolos geralmente possuem um tamanho padrão de 10m por 50cm, ou 5m². Se o seu papel tiver desenhos e listras, é preciso levar em consideração o rapport, que é o que determina o comprimento do papel de parede que tem que ser cortado para combinar o padrão do papel durante a aplicação.

Prepare sua parede

Antes de aplicar o papel de parede no local escolhido, é preciso preparar a parede (ou as paredes) para a aplicação. O ideal é que ela não tenha irregularidades, buracos, infiltrações e fissuras e limpa. Caso existam fissuras, acerte elas com massa corrida ou gesso, e limpe a parede com água e detergente, usando uma esponja para remover resíduos e poeiras.

Para o momento da aplicação, sua parede precisar estar seca. Desmonte e retire também os interruptores antes da aplicação.

Papel de parede

Aplicação: passo a passo 

Antes de começar a aplicar o papel na sua parede, prepare a cola. Para isso, pegue a cola indicada para o seu tipo de papel (geralmente 100g para cada 30m²), dilua toda a cola em água (1,5l de água para cada 30g de cola) e misture. Meia hora depois a sua mistura deve ter um aspecto de gel. Siga sempre as instruções da embalagem.

Ferramentas e materiais

  • Balde para a cola
  • Trena/fita métrica
  • Rolete
  • Estilete
  • Espátula lisa
  • Escada
  • Lápis
  • Pano limpo
  • Fio de prumo
  • Escova

Aplicando o papel de parede

  1. Corte das folhas

O primeiro passo é cortar as folhas para aplicação. Antes disso, tenha em mãos a medida exata da altura da parede e acrescente 10cm para o acabamento, 5cm para cima e 5cm para baixo. Corte as tiras do papel de parede de acordo com as medidas (sem se esquecer dos 10cm) e não se esqueça de fazer o rapport se necessário, para que os desenhos se igualem e o padrão fique como o esperado.

  1. Organize-se

Comece numerando as tiras de papel no verso para saber qual a ordem certa de aplicação, para garantir a continuidade do desenho. Em seguida, determine o lugar onde começar a instalação (marque uma linha de prumo na parede para orientação vertical). A aplicação do primeiro papel é de extrema importância e precisa estar perfeitamente alinhado para orientar as próximas aplicações. Use a linha de prumo e desenhe um tracejado com 1cm de largura da faixa que você aplicar.

  1. Aplique a cola

Coloque a primeira faixa a ser aplicada em uma superfície lisa, com a estampa para baixo. Passe uma demão de cola, do centro para as bordas em uma metade da faixa. Depois, dobre essa metade, cola com cola, e repita o processo na outra metade. Antes de aplicá-lo, deixe o papel descansar por 1 ou 2 minutos para que ele absorva a cola.

  1. Aplique o papel

Leve o papel dobrado até a parede e, começando pela parte superior, o desdobre e cole o papel, desenrolando ele até o final. Deixe 5cm nas extremidades, em cima e embaixo (teto e rodapé), para acabamento e fique atento à linha que você criou com o prumo.

Em seguida, aplique as demais faixas sem sobrepô-las, para evitar emendas, e verifique sempre se o desenho das juntas coincide e o padrão está correto. Se tiver algum problema, retire a faixa de papel com cuidado e cole novamente.

Após colar cada tira, passe um pano seco e a espátula de silicone para retirar o excesso de cola. Para remover bolhas maiores use as mãos e em seguida a escova para bolhas menores. Faça esse alisamento do papel sempre do centro para as bordas.

  1. Acabamento

Pressione vincos e cantos do rodapé e do teto com a espátula e em seguida corte as sobras com estilete. Caso queira uma colagem invisível, passe uma demão de cola sobre as juntas com o rolete (não faça isso com papéis brancos, pois pode escurecê-los).

No caso das tomadas e dos interruptores, faça um corte no formato de uma cruz sobre a área após a secagem do papel e abra as partes cortadas com cuidado. Em seguida, recoloque os espelhos e caixas normalmente.

Você pode encontrar um passo a passo detalhado e com imagens aqui.

Dicas para uma melhor aplicação

  • Nas quinas, deixe uma sobra de 1cm sobre a outra parede e cole o outro papel sobre o anterior. Marque bem a quina para um acabamento melhor.
  • Alise cada tira de papel a medida que fizer a aplicação, para garantir um resultado melhor.
  • Bolhas muito pequenas são comuns durante o processo e acabam sendo absorvidas na secagem, fique tranquila!
  • Comece a aplicação do teto, ou seja: de cima para baixo!
  • Use uma escada para ajudar na aplicação e cole cada tira de papel com calma e cuidado.
  • Consulte um especialista se tiver qualquer dúvida!

Papel de parede na decoração

Como eu disse, já várias vezes sugeri o papel de parede como uma forma barata e prática de dar um toque especial em um espaço. Ele é muito usado na decoração, principalmente pela variedade de estampas e padrões que existem de papel de parede e a simplicidade da aplicação. Além disso, se bem cuidado, um papel de parede pode durar 10 anos ou mais.

Para isso, separei algumas imagens de inspiração e algumas dicas para que você escolha o modelo perfeito para sua casa e seu cômodo.

Papel de parede na Sala de estar

Assim como para salas de jantar, você pode colocar o papel de parede de forma a destacar sua decoração, combinando as cores ou padrões com almofadas e adornos, e os tons com sofás, poltronas, cortinas e tapetes. Se você receber visitas com frequência (assim como eu!), opte por um papel de parede vinílico, que possui longa duração e uma limpeza mais prática.

Papel de parede sala de estar

Papel de parede no Quarto

Quartos recebem bem qualquer tipo de papel de parede que você quiser, já que possuem pouca umidade e um fluxo menor de pessoas. Para quartos de criança, opte pelo vinílico, que acumula menos poeira e é mais fácil de limpar. Escolha uma estampa que esteja de acordo com a sua personalidade!

Para home office, opte por papéis mais sutis e discretos, que causem pouca distração, já que é um ambiente de trabalho.

Papel de parede quarto

Papel de parede na Cozinha 

Para cozinhas, um espaço mais úmido, o papel ideal é o vinílico. Evite os papéis de celulose, pois eles são os menos resistentes à umidade. Uma boa opção de aplicação de papel de parede em cozinhas, é colocá-lo em meia paredes ou faixas, entre armários e bancadas – áreas menores.

Papel de parede cozinha

Papel de parede no Banheiro

Ainda mais úmido do que cozinhas, o papel para banheiros é com certeza o vinílico. Como esses espaços não costumam possuir móveis muito coloridos ou objetos de decoração variados, você pode fazer do seu papel o destaque principal do espaço, com estampas coloridas, geométricas e diferenciadas.

Se for optar por colocar papel em todas as paredes, lembre-se de que banheiros são espaços menores, portanto opte por cores mais claras para uma sensação visual melhor.

Papel de parede banheiro

Faixa e meia parede

Ideal para espaços menores que você quer destacar ou para deixar seu espaço mais especial sem fazer mudanças muito bruscas. Existem diversas opções de usar o papel em faixas ou meia paredes: entre bancadas e armários em cozinhas, em paredes com prateleiras ou um móvel que ocupa metade ou pouco mais da metade da parede, e até mesmo em paredes que possuem mesas encostadas à elas.

Papel de parede meia paredePapel de parede faixa e mistura

Todas as paredes

Colocar papel em todas as paredes é arriscado, mas pode ser a melhor decisão para seu espaço. Para isso, use o seu senso crítico e analise o espaço e o padrão do papel que você quer colocar. Evite estampas muito coloridas, padrões muito detalhados e cores fortes para que seu ambiente não fique muito pesado, principalmente se ele for pequeno.

Papel de parede todas as paredes

Papel de parede no Teto

Apesar de não ser muito usado, o papel de parede no teto pode ser o destaque que o seu espaço precisa. Uma coisa é certa: pouquíssimas pessoas vão poder dizer que seu ambiente não é especial ou que já viram um espaço igual!

Papel de parede teto

Espero que tenham gostado das dicas, do passo a passo sobre como colocar papel de parede e também das inspirações apresentadas. O mais importante na hora de fazer qualquer projeto é que ele esteja de acordo com o seu gosto e reflita sua personalidade! Faça aquilo que te agrada, pois é você quem vai viver na sua casa!

E quem já tem papel de parede: vocês gostam? Quais estampas ou padrões vocês preferem? Me contem nos comentários! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentários

  1. Papel de parede no teto no meu ponto de vista é algo inovador, particularmente eu optaria em por em minha casa, principalmente num cômodo que é mais relaxante, imagino no meu quarto deitada em minha cama, olhando para o teto e vendo a beleza e o detalhe do papel que escolhi, claro que seria uma estampa bem voltada a essa intenção de relaxar.
    Amei!!!!

    1. Juliana Santiago disse:

      Claudia, tudo bem?
      Que bom que gostou da sugestão.. no quarto realmente fica lindo!
      beijos,
      Ju

  2. Diana disse:

    Amei a dica. Apesar de ter na minha casa.não sabia a diferença de um para o outro.

    1. Juliana Santiago disse:

      Diana, tudo bem?!
      Que bo que gostou!
      Beijo grande,
      Ju