Como monitorar o que as crianças fazem na internet?

23/05/19

A correria do dia a dia pode fazer com que muitas crianças acessem as redes sociais e outros aplicativos sem que os pais estejam juntos. Porém, existem meios de manter a segurança das crianças online, mesmo de longe. Saiba mais!

A preocupação dos pais com os filhos é algo natural e acontece desde sempre. Porém, com o passar dos anos e o avanço da tecnologia, a exposição das crianças a perigos se torna cada vez maior.

Se no século passado os pais se preocupavam em saber aonde os filhos estavam, hoje a maior preocupação é sobre o que fazem online. É recorrente as notícias sobre alguém que sofreu cyberbullying, cibercrime e teve sua privacidade invadida e isso não ocorre apenas entre adultos.

As crianças estão ficando expostas à internet cada vez mais cedo e nem sempre os pais estão 100% atentos ao mundo virtual em que seus filhos são inseridos. Além de riscos de bullying, não é incomum ouvirmos sobre o aumento de casos de pedofilia por meio do universo online.

Mas como proteger as crianças dessas ameaças? Use a internet a seu favor! Saiba aqui como!Menina com Notebook

É possível monitorar o que as crianças fazem na internet

A preocupação com a privacidade online é recorrente nos tempos atuais, especialmente para quem tem filhos, crianças ou adolescentes. Por vezes os pequenos navegam nas redes sociais desassistidos por seus pais e ficam expostos a pessoas mal-intencionadas.

O Brasil é um dos países em que as crianças e adolescentes são mais assíduas nas redes sociais e o segundo em que esse público sofre com bullying virtual. Porém, eles não estão expostos apenas a esse tipo de crime, como informado acima.

Como protegê-los? Quais as formas de se navegar com segurança e os pais terem mais tranquilidade com os filhos conectados à internet? Embora existam controles de privacidade em muitos navegadores, eles não cumprem um papel 100% eficiente.

Nem todos permitem aos pais, monitorarem as conversas dos pequenos para saber com quem falam e o que andam falando. Para mudar esse cenário, é preciso recorrer a software de terceiros, como o Spyzie. Os aplicativos de monitoramento de celular podem ser a solução acertada para o controle parental.

Como os apps podem ajudar a monitorar as crianças e adolescentes?

Os pais merecem ficar mais tranquilos e seguros com os filhos. Vários apps foram desenvolvidos para que os pais possam ter maior controle sobre o que as crianças e adolescentes estão fazendo online, sem espionar.

Ou seja, você poderá ter acesso aos aplicativos que baixam e bloquear os indesejados, chamadas telefônicas e SMS, histórico do navegador, fotos, vídeos e mídia social. Com ele você tem garantia de que os pequenos estão seguros.

Apps como o Spyzie, por exemplo, permitem fazer o controle parental e monitorar iPhone e Android baseado na web, contribuindo com a segurança dos filhos, parceiros e também funcionários. E ao obter os dados, em tempo real, do dispositivo alvo, você o monitora do seu smartphone, PC ou laptop. Basta ter conexão com a internet para proteger quem você precisa.

Spyzie Filhos

Portanto, ter um aplicativo de monitoramento parental é ter mais tranquilidade nos dias de hoje. E o app não ajuda apenas a monitorar as crianças e adolescentes na internet, eles também permitem que você localize seu filho em tempo real.

Com o controle parental, é possível cuidar do acesso dos pequenos, protegendo-os de pessoas mal-intencionadas. Ao instalar o aplicativo, as crianças e adolescentes não ficam expostas à violência de diferentes naturezas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário

  1. Tenho uma filha de 4 que se eu deixar não solta o tablet, sempre pulso firme para controlar a situação…