Tudo que Você Precisa Saber Sobre Chás — 23 Chás e Suas Propriedades!

02/05/17

Quem me acompanha aqui no blog sabe que eu procuro sempre levar uma vida saudável, e me preocupo com o meu bem estar. Estou sempre compartilhando dicas fitness, como receita de suco verde ou receitas de petiscos light, e até mesmo dicas para manter a dieta mesmo nos finais de semana. E hoje separei dicas mais incríveis, sobre um grande aliado da vida saudável: tudo que você precisa saber sobre chás!

Separei dicas para a preparação do seu chá, ensinei como prepará-lo, e compartilhei quais são os melhores chás para emagrecer, chás para dormir, chás calmantes, chás para combater a TPM e a cólica menstrual, chás diuréticos e até mesmo chás para gripes e resfriados. Vamos conferir?!

tudo que voce precisa saber sobre chas

Tudo que Você Precisa Saber Sobre os Chás

Apesar de ser uma das bebidas mais antigas do mundo, o chá está entre um dos tópicos mais pesquisados e falados atualmente. Isso porque cada vez mais pessoas estão descobrindo o quão benéfico ele pode ser, de uma forma natural. E antes de falarmos sobre qual a melhor forma de prepará-lo, é preciso entender a diferença entre eles.

O chá propriamente dito tem origem da planta Camellia Sinensis, e é da extração dessa planta que surgem os chás branco, verde, e preto. A diferença entre cada um está no processamento e em como a planta é oxidada. Porém, usamos a palavra “chá” para qualquer bebida preparada com ervas, frutas, raízes ou flores.

chas e suas propriedades

Como preparar chás naturais

A primeira coisa para se saber antes de preparar o seu chá, é que quanto mais orgânico e natural for o seu chá, mais benéfico ele será para a sua saúde, e mais chances você tem de alcançar seus objetivos. Chás industrializados possuem, invariavelmente, componentes químicos, como conservantes, e possuem um número quase nulo de antioxidantes, os chamados polifenos.

Por causa do sabor amargo desses antioxidantes, os fabricantes dos chás industrializados utilizam menos do chá propriamente dito, e mais açúcar. No caso de quem vai fazer uso de chás para emagrecer, por exemplo, o fato de os chás industrializados serem adoçados é uma enorme desvantagem.

Vários nutricionistas confirmam que a melhor opção é preparar o chá direto das ervas, folhas ou cascas de forma natural, sem adicionar açúcares (mas você ainda pode consumir chás prontos, ok?). E aí entra a segunda coisa que precisamos saber: como preparar um chá?

Dicas para preparar o chá perfeito!

  • Evite recipientes de ferro ou alumínio, pois vestígios podem acabar se misturando ao chá, e podem acabar sendo, inclusive, prejudiciais à saúde. Opte por recipientes de vidro, porcelana, louça, barro ou esmaltados.
  • Use água mineral ou filtrada na preparação do seu chá.
  • Consuma o seu chá em até no máximo 24 horas. Após esse tempo, ele começa a fermentar, ainda que na geladeira.
  • Procure tomar os chás uma hora antes ou duas horas depois das refeições (com exceção de chás digestivos ou que estimulam apetite),
  • Consuma o seu chá quente ou morno.
  • Evite adoçar o seu chá. Se for adoçá-lo, use mel ao invés de açúcar ou adoçante.
  • Após o tempo da infusão ou cozimento, coe o chá para que as ervas não continuem cozinhando na água.
  • A quantidade padrão de proporção para preparar o chá é de 2 colheres de sopa rasas de erva seca ou 4 colheres de sopa rasas de folhas verdes para cada litro de água. Porém, a quantidade pode variar de acordo com seu gosto, ou sua nutricionista pode ter passar uma quantidade específica de acordo com sua idade e objetivo.
  • Nunca consuma chás em excesso sem orientação, pois alguns podem causar danos à saúde se tomados em grandes quantidades ou por muito tempo.
  • Confira sempre se há contraindicações antes de tomar o seu chá. Mulheres grávidas devem ficar especialmente atentas, já que alguns chás podem causar danos ao bebê ou contrações no útero (que podem levar a um aborto).

Você pode preparar o seu chá por infusão, por decocção ou por maceração. Chás de raízes, talos e cascas são preparados de forma diferente de chás de flores, frutas, ervas e ramos, por exemplo, pois precisam de mais tempo para cozinhar e liberar seus ingredientes.

como preparar chas infusao

Infusão (Indicado para plantas que não podem ser fervidas. Normalmente frutos, flores e folhas (também pode ser usado para outras partes das ervas).

Separe a quantidade de ervas a ser utilizada. Aqueça a água até a fervura e depois a despeje sobre as ervas. Tampe o recipiente e deixe em infusão de 5 a 10 minutos. Coe e sirva.

No caso do chá verde, a infusão deve ser de 1 a 2 minutos, para evitar que o chá fique muito amargo. E no caso do chá preto, a infusão deve ser de 2 a 4 minutos, também para evitar que o chá acabe muito amargo.

Decocção (Indicado para plantas que não liberam seus princípios ativos em baixas temperaturas. Geralmente cascas, raízes, sementes e frutos secos.

Separe a quantidade de ervas a ser utilizada. Leve ao fogo a água juntamente com as ervas. Quando começar a ferver, deixe em fogo baixo por 5 a 10 minutos. Para partes mais duras, deixe cozinhar de 15 a 30 minutos. Desligue o fogo, deixe esfriar em repouso por alguns minutos, coe e sirva.

Maceração (Indicado para plantas que demoram mais para liberar seus princípios ativos).

Separe a quantidade de ervas a ser utilizada e amasse bem. Adicione água e deixe em maceração. Partes tenras da planta, como flores, sementes e folhas, devem ficar por no mínimo 12 horas. Cascas, talos e raízes macias devem ficar por no mínimo 18 horas. Cascas, raízes e talos grossos ou duros devem ficar por no mínimo 24 horas.

Na hora de escolher qual chá tomar, leve em consideração o momento do dia. De manhã, opte por chás energéticos. Após o almoço, escolha chás digestivos. E após o jantar procure chás calmantes, que ajudem a dormir, e evite chás com cafeína, como o chá preto. Você também pode escolher o seu chá com objetivos específicos. Separei alguns chás e objetivos comuns abaixo para te ajudar.

Chás para emagrecer

Para chás usados com o intuito de emagrecer, evite adoçá-los, e procure ingeri-los antes ou depois das refeições. A maioria desses chás são digestivos, inibem o apetite ou aceleram o seu metabolismo. Para potencializar a ação do chá, você pode fazer uso de mais de um deles juntos, como por exemplo acrescentar gengibre ao chá de hibisco, ou canela ao chá de abacaxi.

Chá verde – Ajuda no funcionamento do intestino

Um dos chás mais conhecidos por quem quer emagrecer, o chá verde possui substâncias como cafeína, que aceleram o seu metabolismo e fazem seu corpo gastar mais energia. O chá verde também ajuda no funcionamento do intestino, traz saciedade, evitando que você consuma mais do que o necessário e combate a retenção de líquidos.

O chá verde é ainda um potente antioxidante, ajudando na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e também no antienvelhecimento da pele. Se só isso já não fosse o suficiente, ele ainda ajuda a combater o colesterol e melhorar nosso humor.

cha verde

Chá de abacaxi – Diminui a retenção de líquidos

O chá de abacaxi pode ser usado como chá para emagrecer pois ajuda a diminuir a retenção de líquidos e melhora o funcionamento do intestino, ajudando na digestão. Ele é feito com a casca do abacaxi, e pode ter seu resultado potencializado se for usado com outros ingredientes, como canela ou gengibre, que são termogênicos.

Chá de amora – Ajuda na digestão

Feitos com a folha de amora verde ou seca, graças às fibras e leveduras presentes em suas folhas, esse chá facilita a digestão e melhora o funcionamento do intestino, e pode te ajudar a perder até 1,5kg em uma semana. Além disso, o chá de amora ajuda a aliviar as cólicas e atenuar os sintomas da TPM.

Chá de gengibre – Ajuda a desintoxicar o organismo

Além de ser muito usado em casos de resfriados e gripe, o gengibre também é um grande aliado da perda de peso. Ele desintoxica nosso organismo, ajuda o sistema digestivo, age como bactericida, e traz benefícios à circulação sanguínea e à respiração. Por sua ação termogênica, faz com que haja um aumento do calor corporal, potencializando o gasto calórico, acelerando o metabolismo e otimizando a queima de gorduras.

cha de gengibre

Chá de hibisco – Ajuda na queima de gorduras

O chá de hibisco também um queridinho para a perda de peso. Além de ser diurético, impedindo a retenção de líquidos, ele é digestivo, ajuda na queima de gorduras e ajuda a controlar o colesterol. Ainda, ele possui propriedades de um laxante suave, o que ajuda o organismo a expurgar aquilo que é ruim e aproveitar melhor vitaminas e nutrientes, levando também à perda de peso.

Chá de canela – Acelera o metabolismo

Também com ação termogênica, o chá de canela, além de acelerar o metabolismo, aumentar a queima de calorias e promover quebras de moléculas de gordura, ainda ajuda a controlar a insulina no sangue e desacelera o metabolismo da glicose, impedindo o armazenamento de gorduras localizadas. Mulheres grávidas devem evitar o chá de canela, pois ele é tido como um chá abortivo.

Existem dois tipos de canelas, a falsa e a verdadeira. A mais comum de se encontrar no mercado, é a canela cássia, a falsa. A canela verdadeira, conhecida como canela-do-ceilão ou canela-da-índia, vem da planta Cinnammomum zeylanicum. A canela cássia, proveniente da china, é de outra espécie, a Cinnammomum cassia.

como diferenciar canela verdadeira e canela falsa

 

O que difere uma canela da outra é a cumarina, que tem propriedades anticoagulantes intensas. Como nosso sangue precisa manter a capacidade de coagulação, sua ingestão de forma excessiva e por períodos longos pode gerar riscos à saúde. Na canela verdadeira, os níveis de cumarina são baixinhos, enquanto na canela cássia os níveis são bem maiores.

Além disso, a diferença do gosto é perceptível: a canela verdadeira possui um sabor e um aroma mais intenso e complexo, com um toque de cravo, e é mais delicada, com camadas mais finas que se partem com facilidade. Para dietas e regimes, use a canela-de-ceilão.

Chás diuréticos

Chá branco 

Assim como o chá verde, o chá branco também contribui para o emagrecimento. Mas o forte potencial diurético e antioxidante do chá branco coloca ele à frente do chá verde, já que ele ajuda a reduzir os inchaços do corpo ao fazer o organismo eliminar líquidos.

E ainda mais incrível é que suas propriedades antioxidantes (mais fortes do que no chá verde ou preto), ajudam a prevenir o envelhecimento precoce por doenças degenerativas. Ele é colhido ainda broto, e acaba não passando por um processamento que elimina parte dos antioxidantes naturais da planta.

cha branco propriedades

Quer mais razões para tomar o chá branco? Ele auxilia na digestão, previne cáries, problemas cardiovasculares e protege a pele dos efeitos nocivos do sol. Acima de tudo, ele tem um sabor adocicado que é bem mais agradável ao paladar do que os chás preto e verde, que são mais amargos.

Chá preto

O chá preto possui cinco propriedades fundamentais (e incríveis): ele é antioxidante, adstringente, reconfortante, estimulante e, claro, diurético. Ou seja, além de te ajudar na eliminação de líquidos, o que é benéfico não só para quem quer emagrecer, ele ainda fornece diversos outros benefícios, como te dar mais energia, prevenir o envelhecimento e te ajudar a combater diarreias e gastrites.

Mas atenção: o chá preto não é recomendado à noite, por causa da teína (similar à cafeína) presente nele. O ideal é que ele seja consumido pela manhã, por exemplo, ou após as refeições do café ou almoço.

Chá de folha de dente-de-leão

O chá de dente-de-leão é usado na medicina oriental há anos. Suas raízes e flores são usadas para outros objetivos, mas as folhas dessa planta possuem efeito diurético. E ele ajuda também no tratamento de cistites e infecções urinárias, e por ser rico em potássio, não diminui a concentração do mineral no organismo (o que ocorre com muitos remédios diuréticos)!

cha de dente de leao

Chá de salsa

Além de ser usada como tempero, a salsa também pode possui efeito diurético, e vitaminas K, A e C, além de enxofre e ferro. Por causa do efeito diurético, é um chá que pode ser usado para auxiliar no objetivo de emagrecimento, e claro, para pedras nos rins, pedras na vesícula e icterícia. Dica: o chá feito com folhas frescas oferece mais benefícios que o chá feito com as folhas secas!

Chás para resfriados ou gripes

Chá de limão

Ele não costuma ser usado sozinho, mas é um ingrediente essencial em chás contra resfriados e gripes. Além disso, o limão limpa as toxinas existentes no sangue e na pele, tem grande capacidade energética, combate o mau hálito e ajuda na digestão de alimentos, principalmente após refeições pesadas. E isso não é tudo: ele contém antioxidantes com capacidades antibacterianas e antivirais.

cha de limao

Você pode misturá-lo com vários outros tipos de ervas e raízes. Para a gripe, por exemplo, um chá de limão, gengibre e mel é uma excelente opção, assim como um chá de limão e alho, que ajuda bastante também.

Chá de eucalipto

O eucalipto é uma erva usada para o tratamento de vários problemas de saúde, principalmente os que afetam o respiratório, como asma e rinite, por exemplo. O chá de eucalipto diminui a formação de muco nos brônquios, ajuda a combater a tosse e condições febris. Você pode usar o óleo de eucalipto, que também ajuda bastante para problemas respiratórios e outros, como dores musculares.

Chá de sabugueiro

Alguns dos benefícios do sabugueiro à nossa saúde: combate os radicais livres (eles estão associados ao envelhecimento, doenças cardíacas, câncer e derrame) por causa dos antioxidantes, melhora o nosso sistema imunológico porque é rico em Vitamina C e, claro, auxilia no tratamento de gripes e resfriados, febre, tosse, rinite e sintomas alérgicos.

cha de sabugueiro

Fique atento: as folhas de sabugueiro são tóxicas e podem causar reações alérgicas quando usadas frescas. Usa-se normalmente as flores para combater gripes e resfriados.

Chás calmantes e que ajudam a dormir

Chá de camomila

O chá de camomila já é um dos mais conhecidos calmantes naturais e é muito usado para melhorar a qualidade do sono, por causa de sua ação calmante e relaxante, que ajuda a acabar com a insônia. E ele ainda pode ser usado para várias outras coisas: amenizar dores musculares, inflamações, gripes, problemas de digestão e cólicas menstruais e dos bebês.

cha de camomila

Chá de lavanda

A lavanda já é uma queridinha dos cosméticos, e seu cheirinho característico é bastante conhecido também. O chá de lavanda promove a sensação de relaxamento e alivia o estresse, levando a uma noite de sono mais tranquila. E ele ainda é usado para combater dores de cabeça, febres, doenças respiratórias e problemas do intestino e estômago.

Chá de valeriana

Assim como os outros dois chás acima, o chá de valeriana é usado para garantir uma noite de sono mais tranquila, pois funciona como um ótimo relaxante e ajuda no combate à ansiedade. E a planta tem outros benefícios incríveis: combate à enxaqueca e problemas do intestino e estômago, ameniza sintomas da menopausa e possui ação cicatrizante.

cha de valeriana propriedades

Chá de maracujá

Assim como é o caso da camomila, o maracujá também já é conhecido por seu famoso efeito calmante. E na forma de chá, ele ainda ajuda a combater a insônia. Tem mais! Para quem quer unir o útil ao agradável, o chá de maracujá também ajuda no emagrecimento, combate o inchaço (ele é diurético!) e controla o colesterol!

Chá de erva cidreira

Também conhecido como chá de melissa, esse chá possui ação calmante, o que ajuda a ter uma boa e tranquila noite de sono. E além de combater a insônia, esse chá (que é bem gostoso) age no combate à celulite, acne, dor de cabeça, problemas menstruais e gástricos, náuseas, gripes e resfriados, alergias e inflamações! Bem completo, não é mesmo?

cha de erva cidreira

Chás para TPM e cólicas

Chá de vitex

A planta vitex ficou popular e conhecida por amenizar os sintomas da TPM, mas também ajuda no tratamento de doenças de origem psicológica, como depressão, ansiedade, insônia, hiperatividade e síndrome do pânico, e promove uma limpeza no organismo que a torna uma ótima opção para tratar cistites, cálculos renais e infecções.

Para mulheres, a planta ainda é indicada para tratar de ovários policísticos, distúrbios menstruais, menopausa e infertilidade. Isso porque essa planta possui propriedades incríveis, sendo algumas delas: anti-inflamatória, calmante, antiestrogênica e antiespasmódica (essa é a propriedade que previne espasmos no útero e, consequentemente, ajuda a combater a cólica).

Chá de calêndula

Além de ser uma planta maravilhosa, a calêndula possui propriedades anti-inflamatórias, esteróis que auxiliam no equilíbrio hormonal feminino e propriedades antiespasmódicas que, como eu falei acima, previnem os espasmos no útero, ajudando a combater a cólica. Além disso, a planta ainda é cicatrizante, calmante, analgésica e anestésica.

cha de calendula

Chá de orégano

Esqueça o orégano nas pizzas! O chá de orégano possui diversas propriedades medicinais e vai se tornar um queridinho. Seu uso ajuda a combater doenças de pulmão, tosse, dores musculares, indigestão, dores articulares e até dores de dente.

E por causa de um agente estrogênico, ele ajuda reduzir as dores menstruais e todos os sintomas chatos da TPM. Tem mais: ele é antioxidante, e ajuda a prevenir o envelhecimento da pele e dos órgãos do corpo, e é diurético, diminuindo a retenção de líquidos.

Chá de folha de framboesa

O chá de folha de framboesa, além de muito saboroso, é usado para aliviar as cólicas menstruais, prevenir o câncer de cólon e outros tipos, e é um dos mais populares chás para fertilidade. Ele age fortalecendo o útero, prologando a fase lútea (a fase que vem depois da ovulação no ciclo menstrual) e contribui para a espessura adequada do endométrio, prevenindo abortos espontâneos. Por causa de seus diversos minerais e vitaminas, ajuda no fortalecimento e tonificação do útero.

cha de folha de framboesa

Bem, é isso! Espero que você tenha gostado de conferir essas dicas sobre chás e suas propriedades medicinais! Os chás já são usados há milhares de anos, principalmente na medicina ocidental, e estão virando queridinhos aqui no Brasil também! Lembre-se de que é sempre importante checar com o seu médico ou sua nutricionista as dosagens dos chás e as contraindicações de cada um deles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

  1. ERIKA GOMES FERREIRA PALMESI disse:

    Amo chá , amei essas dicas Jú vou super fazer vários desses chás.

  2. Sandra disse:

    Adorei, amo chás e é sempre bom saber um pouco mais sobre eles! Obrigada Ju! Bjos